top of page

IX Gramado in Concert cumpre seu papel de democratizar o acesso à música erudita



Em nove dias, o IX Gramado in Concert contou com 47 concertos, recitais e formações de público. Além de grandes concertos no Expogramado, o festival levou grupos para hotéis, lar de idosos praças e igrejas. O evento reuniu 350 alunos de nove países e 20 Estados brasileiros. Toda a programação foi gratuita ao público.


Na solenidade de encerramento, que ocorreu antes do concerto final com Orquestra Sinfônica A, o diretor Leandro Serafim frisou que a décima edição já está sendo preparada. “Estamos pensando em tudo o que vai acontecer aqui no ano que vem. Mais do que a experiência do que vivemos, tenho certeza que o festival cumpre seu papel. Alunos de 9 países e 20 Estados levarão os aprendizados aqui adquiridos para exercer a profissão de músicos. O Gramado in Concert é um festival que democratiza o acesso à música erudita e ao aprendizado musical”, diz.


Conforme a presidente da Gramadotur, Rosa Helena Volk, o festival traz música de qualidade de forma gratuita para o público e ainda contribui com a formação de jovens talentos. “Não é fácil encontrar festivais de música erudita. O In Concert veio para formar músicos que necessitam tanto desse apoio. Nós entendemos que o evento é fundamental para democratizar o acesso e queremos dar, sim, continuidade”, afirma Rosa.


O IX Gramado in Concert teve copatrocínio da Corsan – Evoluir nos Define. Governo do Estado do Rio Grande do Sul – Novas Façanhas. Apoio institucional: Eurochestries. Hotel oficial: Laghetto Hotéis. Transporte oficial: Turistur Turismo. Colaboração: Vita Boulevard e Adylnet. Agente cultural: AM Produções. O evento foi uma promoção da Prefeitura Municipal de Gramado, com realização da Gramadotur, Funarte - Prêmio Funarte Festivais de Música 2022 e Ministério da Cultura Governo Federal – Brasil, União e Reconstrução.

Comentários


bottom of page