top of page

Selecionados na primeira fase do Concurso Jovens Solistas


A direção artística do IX Gramado in Concert informa que foi encerrada a primeira fase de avaliação dos inscritos no IV Concurso Jovens Solistas Gramado in Concert. O concurso recebeu um total de 64 inscrições. Foram selecionados 12 jovens músicos que participarão da etapa presencial. A semifinal do concurso será realizada no dia 5 de fevereiro, momento em que cada um dos solistas, acompanhados de um dos pianistas do evento, terão até 10 minutos para realizar sua performance frente ao público e uma banca de professores do festival. Destes, serão selecionados no máximo 6 jovens que participarão da final a ser realizada no dia 7 de fevereiro. Um total de 16 professores do festival participaram desta primeira etapa do processo seletivo.


Conforme consta no edital, nesta fase seriam selecionados 12 inscritos, contemplando de preferência, mas não obrigatoriamente, dois instrumentistas de cada uma das seguintes categorias: madeiras, metais, cordas friccionadas agudas, cordas friccionadas graves, percussão e violão. Deste modo, tendo em vista os resultados do processo avaliativo, foram selecionados os seguintes jovens para a seminifinal do concurso (lista em ordem alfabética): o oboísta Afonso Henrique Bittencourt Brito, do Pará; o percussionista Alisson Jacinto da Silva, do Ceará; o violonista Bruno Felipe Duarte, do Rio Grande do Sul; o saxofonista Bruno Jorge de Sousa, de Minas Gerais; o violoncelista Ederson Eduardo Maquito Velarde, de Arequipa, no Peru; o percussionista Jehison Cruz Chavez, do Peru e residente no Estado de São Paulo; o violinista Joel Victor Dos Santos, do Rio de Janeiro; o violista Luis Fellipe de Oliveira Borges, de São Paulo; o clarinetista Nicolas Jaramillo Milgram, de Santiago, Chile; o trompista Raphael Resende Mendonça, do Rio de Janeiro; a trombonista Sabryna Pinheiro de Faria, do Rio Grande do Sul; e o violinista Samuel Ribas Moreira, do Distrito Federal.


O coordenador do concurso, Leandro Libardi Serafim, ressaltou a alegria em poder retomar a ação após dois anos de interrupção devido às limitações impostas pela pandemia de Covid-19 e destacou a importância do incentivo à formação e qualificação de jovens músicos. “Até então realizamos somente a primeira fase, mas já estamos imensamente felizes pelo nível e pela grande quantidade de inscritos, número que supera a quantidade de todas outras edições anteriores”.


Na fase final, além de uma premiação de R$ 500,00 que será dada ao escolhido pelo público como o melhor solista, serão escolhidos pela Comissão Julgadora três vencedores. O primeiro colocado receberá a quantia de R$ 3.000,00, o segundo receberá R$ 2.000,00 e o terceiro receberá R$ 1.000,00. Há ainda a possibilidade de o ganhador vir a ser convidado para solar junto à uma das orquestras do festival ou orquestras parceiras.

コメント


bottom of page